terça-feira, 21 de outubro de 2008

É só parar de procurar a perfeição.

Eu quero uma paixão fulminante,
um amor para chamar de meu.
Quero um abraço,
e tatuado no braço
o nome que é teu.
Quero o armar e o desarmar;
Quero o atacar e o defender;
Quero o quebrar de vasos,
o bradar de xingamentos.
O gritar;
o chorar;
o beijar.
E, enfim,
paz.
É só parar de procurar a perfeição.

3 comentários:

Francine disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francine disse...

éé, não tem jeito pablito. não dá mais pra esconder.. você definitivamente virou mais um querido membro da GLS. :)(paaapo,just kidding)so cute *.*,nunca esperaria tantas palavras bonitinhas assim de tii x) :*

Rebecca Campos disse...

É engraçado essa coisa da paixão fulminante como vc descreve no blog... Ela é uma bifurcação: se virar para um lado você vive feliz e quer mais uma vez; porém se virar para o outro fica perdida nos outros relacionamentos.
Mas é sempre bom ter a experiência. Devo dizer que a minha no passado foi bem quista. OS resultados que não foram satisfatórios. ;/

Adorei o blog. Escreves muito bem, afinal. E plagiando um certo alguém...

"Ah, se eu soubesse desse blog."

;)
;**